quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Verão 2014...

Ou verei eu o Verão em 2014?
O calor, sim. O sol, também e pouco mais. Duas idas tímidas à praia, ao fim do dia (e duas bolas de Berlim).
Entre as maleitas e as obras venha o diabo (não venha nada porque não faz cá falta nenhuma) e não escolha, vá mas é de retro e de vez!
As procissões ao hospital continuam em regime semanal ou bissemanal, com consequentes idas à farmácia e menos euros na carteira. Muito menos. E ao quarto tratamento tenho uma esperançazita pequenina que isto vá ao sítio. Era tiróide, depois já não era, será SOP, olha nope, alergia, também não. Foi preciso mais de 40 exames para os médicos baixarem os braços ou deixarem de querer inventar uma doença esquisita e decidirem que é "só" stress. Só, senhores doutores? À beira de um ataque de nervos deixaram-me estes senhores com tanta teoria de conspiração, tanta picadela, tanta imagem, tanta consulta, tanto creminho, tanto antibiótico, tanta repetição de exames. Ainda tenho mais uns em espera, só para confirmar que está mesmo, mesmo tudo bem. Chatos, sanguessugas de paciência, tempo e vontade. 

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Olha-me esta...

Estou sentada à janela, aliás como sempre, e a senhora que está na coxia insite em inspeccionar o exterior pela "minha" janela. Ela olha, mira, observa por cima, por baixo, de lado, estica o pescoço, encolhe as costas numa inquietação irritante. Parece mais uma galinha ou um perú. Lá acabo por perceber que a senhora está preocupada com a sua bagagem porque simultaneamente está a sair um avião ao lado para Genebra.
Sra. Torcicola, deixe-me que lhe diga que a sua preocupação/inspecção vai adiantar zerinho ao destino da sua equipaje.
Relaxe e enjoy your flight de preferência sogadita, sim?!

Só porque sim...


Eu até considero a bandeira de Espanha uma das mais bonitas do mundo e arredores mas a Iberia já actualizava aquela pintura nos aviões, não?
It looks sooooo dated!

Quelle classe, quelle élegance...

Não sei se goste mais de ver o condutor com o braço de fora ou o pendura pendurado na pega sobre a janela. 
Dúvidas, dúvidas...

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Ano torto...

Se já tenho pouca tolerância para as maleitas, os efeitos secundários então deixam-me a franja com muitos nervos.
O ano da (des)graça de 2014 começou e continua com uma lesão no joelho, seguida de uma pneumonia, de uma ataque de acne tardio - chamam-lhe desarranjo hormonal -, uma pseudo-esquisitice na tiróide que afinal já não é ou parece não ser e no meio disto tudo e à conta de tantas drogas a cara e os olhos incharam e a paciência encolheu.
Amanhã regresso ao hospital. Quero acreditar que desta vez trago qualquer coisa milagrosa or else… temos o caldo entornado, a burra nas couves e a mostarda no nariz!

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Ai, ai, ai...

Quais são as probabilidades de uma pessoa estar completamente afogada em trabalho (não é uma probabilidade é um facto recorrente) e tocarem dois telefones simultaneamente e ver pelo número que ambos são urgentes? E qual atender primeiro?
Ah e tal, fadiga e o coiso. É só stress e do mau!

Be careful what you wish for...

Ah e tal, tanto para fazer e o tempo voa e não há organização que me valha e os dias deviam ter mais horas e, e, e... toma lá um dia com 28 horas.
Está bem assim? O quê? Fadiga? Doente?
Não há quem entenda este mulherio.


- Posted using BlogPress